PALHEIRO DE CORTEGAÇA | MORTÁGUA | PORTUGAL | 2002-2004

com João Mendes Ribeiro Arquitecto

CLIENTE

DATA DE PROJECTO
ÁREA

 

EQUIPA

 

ARQUITECTURA PAISAGISTA

AUTOR

 

EQUIPA DE PROJECTO

 

 

ARQUITECTURA

AUTOR

 

 

 

 

ENGENHARIAS

 

ESTRUTURAS

 

REDE DE ÁGUAS

 

INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS

 

FOTOGRAFIA

Maria Alexandra Lalanda Ribeiro

2002-2004 | CONSTRUÇÃO 2009

160 m2

 

 

 

 

Teresa Alfaiate

 

Paulo Palma, Maria Quintino

 

 

 

João Mendes Ribeiro | Coordenação geral

 

 

 

 

ECA ECA Eugénio Cunha & Associados

 

Paulo Sampaio

 

Luís Ribeiro

 

Luís Besteiro Ribeiro

 

Fernando Guerra , Teresa Alfaiate

 

 

 

O conjunto de espaços abertos relacionados com o Antigo Palheiro, reconvertido em habitação e outros edifícios pré existentes na propriedade da Cortegaça, funcionam como elemento agregador e de interligação do conjunto edificado, conferindo-lhe uma presença unitária. Permitem ainda clarificar margens nomeadamente a estabelecida com o espaço agrícola, quer contendo a frente edificada, virando-a para o seu interior.

 

Podem assinalar-se: a Alameda de Acers que referência o limite do espaço, a Norte, e demarca o principal acesso ao conjunto edificado construindo simultaneamente a fronteira com a vinha existente; o espaço térreo, convertido num prado florido que preserva e enfatiza a morfologia “natural” do terreno, suportando o conjunto edificado existente e o Palheiro; o Jardim, que se organiza em torno da antiga Eira, plantado com árvores e maciços de arbustos, recreando-a enquanto elemento organizador do espaço, faceando o alçado principal do edifício; um extenso canteiro de alfazemas, que remata a construção linear em “túnel”, articulando os edifícios de habitação, pré existentes, com o edifício do palheiro.

 

O jogo de muros concebidos com materiais pétreos e técnicas construtivas locais, que envolve o conjunto edificado, tem um papel fundamental porque é dinâmico e ambivalente - quer como elemento de contenção e demarcação de limite, quer como peça que articula, orienta e abre os espaços à sua vizinhança, relacionando-os com a paisagem envolvente.

 

PUBLICAÇÕES

 

ALFAIATE , T., RIBEIRO J.M, 2003, Revista do Expresso, Actual , 32- 37 , nº 1590, 18 Abril ,Lisboa

 

RIBEIRO , J. M, ALFAIATE, Teresa, ,2007 Arq./ , Ed.futur magazine , Lisboa

 

http://www.archdaily.com.br/br/01-49428/reconversao-de-um-palheiro-em-cortegaca-joao-mendes-ribeiro

 

http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/05.020/3320?page=8

 

http://www.arx.pt/en/texts/402-o-perene-e-o-efemero

 

© Copyright 2017 MARGEM arquitectura paisagista · All Rights Reserved